Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso.

1. Pelos que arrebatam violentamente

2. Pelos que extraem veementemente;

3. Pelos que gravitam serenamente;

4. Pelos que procuram sobrepujar repentinamente,

5. Arranjadores (para a execução) das ordens (do seu Senhor)!

6. No dia em que tudo o que poderá se comover, estará em comoção,

7. E em que acontecerá, pela segunda vez (a comoção),

8. Nesse dia, os corações baterão agitados,

9. Enquanto os olhares estarão humildes.

10. Dirão: Quê! Porventura voltaremos ao nosso estado primitivo,

11. Mesmo que também sejamos ossos deteriorados?

12. Dirão (mais): Tal será, então, um retorno de perdas!

13. Porém, certamente, será um só grito,

14. E, ei-los plenamente acordados.

15. Conheces (ó Mensageiro) a história de Moisés?

16. Seu Senhor o chamou, no vale sagrado de Tôwa,

17. (E lhe disse): Vai ao Faraó, porque ele transgrediu,

18. e dize-lhe: Desejas purificar-te,

19. e encaminhar-te até o teu Senhor, para O temeres?

20. E Moisés lhe mostrou o grande sinal,

21. Porém (o Faraó) desmentiu (aquilo) e se rebelou;

22. Então, rechaçou-o, contendendo tenazmente.

23. Em seguida, congregou (a gente) e discursou,

24. Proclamando: Sou o vosso senhor supremo!

25. Porém, Deus lhe infligiu o castigo e (fez dele) um exemplo para o outro mundo e para o presente.

26. Certamente, nisto há um exemplo para o temente.

27. Quê! Porventura a vossa criação é mais difícil ou é a do céu, que Ele erigiu?

28. Elevou a sua abóbada e, por conseguinte, a ordenou,

29. Escureceu a noite e, (consequentemente) clareou o dia;

30. E depois disso dilatou a terra,

31. Da qual fez brotar a água e os pastos;

32. E fixou, firmemente, as montanhas,

33. Para o proveito vosso e do vosso gado.

34. Mas, quando chegar o grande evento,

35. O dia em que o homem se há de recordar de tudo quanto tiver feito,

36. E a fogueira for exposta visivelmente, para quem a quiser ver,

37. Então, o que tiver transgredido,

38. E preferido a vida terrena,

39. Esse certamente terá a fogueira por morada.

40. Ao contrário, quem tiver temido o comparecimento ante o seu Senhor e se tiver refreado em relação à luxúria,

41. Terá o Paraíso por abrigo.

42. Interrogar-te-ão acerca da Hora: Quando aportará?

43. Com quem está tu (envolvido), com tal declaração?

44. Só ao teu Senhor incumbe tal conhecimento.

45. Tu és comente um admoestador, para quem a teme.

46. No dia em que a virem, parecer-lhes-á não terem permanecido no mundo mais do que um entardecer ou um amanhecer da mesma.

- voltar -