Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso.

1. Porventura, chegou-te a notícia do evento assolador?

2. Haverá rostos humildes, nesse dia,

3. Fatigados, abatidos,

4. Chamuscados, pelo fogo abrasador!

5. Ser-lhes-á dado a beber de um manancial fervente;

6. Não terão, por alimento, nada além de frutos amargos e espinhosos,

7. Que não os alimentará, nem lhes saciarão a fome!

8. (Outros) rostos, nesse dia, estarão calmos,

9. Contentes, por seus (passados) esforços;

10. Estarão em um jardim suspenso,

11. Onde não ouvirão futilidade alguma;

12. Nele haverá um manancial fluente,

13. Nele haverá leitos elevados,

14. E taças, ao alcance da mão.

15. E almofadas enfileiradas,

16. E tapetes de seda estendidos.

17. Porventura, não reparam nos camelídeos, como são criados?

18. E no céu, como foi elevado?

19. E nas montanhas, como foram fixadas?

20. E na terra, como foi dilatada?

21. Admoesta, pois, porque és tão-somente um admoestador!

22. Não és, de maneira alguma, guardião deles.

23. E, àquele que te for adverso e incrédulo,

24. Deus infligirá o maior castigo.

25. Em verdade, o seu retorno será para Nós;

26. E o seu cômputo Nos concerne.

- voltar -