Em nome de Deus, o Clemente, o Misericordioso.

1. Pela aurora,

2. E pelas dez noites,

3. E pelo par e pelo ímpar,

4. E pela noite, quando se retira (que sereis castigados)!

5. Porventura, não há nisso um juramento adequado, para o sensato?

6. Não reparaste em como o teu Senhor procedeu, em relação à (tribo de) Ad,

7. Aos (habitantes de) Iram, (cidade) de pilares elevados,

8. Cujo similar não foi criado em toda a terra?

9. E no povo de Samud, que perfurou rochas no vale?

10. E no Faraó, o senhor das estacas,

11. Os quais transgrediram, na terra,

12. E multiplicaram, nela, a corrupção,

13. Pelo que o teu Senhor lhes infligiu variados castigos?

14. Atenta para o fato de que o teu Senhor está sempre alerta.

15. Quanto ao homem, quando seu Senhor o experimenta, honrando-o e agraciando-o, diz (empertigado): Meu Senhor me honra!

16. Porém, quando o prova, restringindo a Sua graça, diz: Meu Senhor me afronta!

17. Qual! Vós não honrais o órfão,

18. Nem nos estimulais a alimentar o necessitado;

19. E consumis avidamente as heranças,

20. E cobiçais insaciavelmente os bens terrenos!

21. Qual! Quando a terra for triturada fortemente,

22. E aparecer o teu Senhor, com os Seus anjos em desfile,

23. E o inferno, nesse dia, for destacado, então o homem recordará; porém de que lhe servirá a recordação!

24. Dirá: Oxalá tivesse diligenciado (na prática do bem), durante a minha vida!

25. Porém, nesse dia, ninguém castigará como Ele (o fará),

26. Nem ninguém acorrentará, como Ele (o fará);

27. E tu, ó alma em paz,

28. Retorna ao teu Senhor, satisfeita (com Ele) e Ele satisfeito (contigo)!

29. Entre no número dos Meus servos!

30. E entra no Meu jardim!

- voltar -